Sábado, 23 de Junho de 2007
Um Agradecimento Tardio
Pensando bem, este blog é – falando com carinho mórbido e afecto doentio - uma sanita espiritual. É onde vomito as congestões do dia-a-dia e falo abertamente do que me vai na alma. Aqui não se aplicam as leis da Física nem a gravidade de Newton. Reina, pura e simplesmente, a Singularidade. Reina, alegadamente, a minha vontade de simples mortal. É um canto obscuro, um esgoto inquinado da internet e uma espécie de saneamento básico para o que resta da minha mente inquieta. É um novelo imundo de sentimentos, unidos por letras e palavras pegajosas, que vai crescendo com a autonomia de uma colónia de bactérias patogénicas.
 
Hoje dedico este post a uma pessoa especial. Uma pessoa que não sonha que tenho um blog e, portanto, não vai ver este agradecimento. Mas, apesar de tudo, não posso deixar de o expressar. É o que me vai na alma:
 
Admiro, contemplativo, a tua força. Uma força que é produto de uma vida preenchida de grandes escaladas, quedas, e desafios… desafios, para não dizer mais… Admiro-te pela energia positiva que me consegues transmitir quando estou fraco, pela sabedoria empírica e pela honestidade. É de realçar que, apesar de todas as dificuldades, não cedeste à hipocrisia. És uma pessoa que se pauta pela rectidão e coerência, e uma das poucas que praticam o que apregoam. Admiro-te pelos conselhos e palavras amigas que, sempre, reservas para mim. Não é tudo perfeito mas sei que, por mais pessoas que gravitem à minha volta, quando não consigo respirar, é contigo que vou ter. Aconteça o que acontecer, digam o que disserem, é o teu abraço que vai estar à minha espera. Obrigado por hoje me teres acolhido. Obrigado Carolina, por me teres tomado no teu regaço. Obrigado por veres que, também eu, por vezes, preciso de compreensão para os meus devaneios e angústias. Obrigado por, mais uma vez, teres acolhido este pobre e vadio vidalah.
(imagem retirada da internet)
Atentamente,
José.

sinto-me: Agradecido
tags:

publicado por ejail às 16:21
link do post | comentar | favorito
|

6 comentários:
De rita a 24 de Junho de 2007 às 00:56
OS amigos são isso mesmo...Estão sempre lá!
Nos bons e nos maus momentos.
Um beijinho e fica bem


De ejail a 24 de Junho de 2007 às 17:56
Geralmente só nos bons...


De Infiel a 26 de Junho de 2007 às 05:07
O teu pessimisto e desistência só te levam ao fundo do mesmo abismo, se ergueres o pescoço... diz-me o que vês


De ejail a 26 de Junho de 2007 às 10:06
Eis o que vejo, quando ergo o pescoço:

"Resolvi andar na rua
com os olhos postos no chão.
Quem me quiser que me chame
ou que me toque com a mão.

Quando a angústia embaciar
de tédio os olhos vidrados,
olharei para os prédios altos,
para as telhas dos telhados.

Amador sem coisa amada,
aprendiz colegial.
Sou amador da existência,
não chego a profissional."

Amador sem coisa amada - António Gedeão


De Infiel a 26 de Junho de 2007 às 14:38
De verdade que lamento que assim seja, pois a vida é para ser vivida intensamente, com os olhos bem elevados, bem abertos, ver alem das telhas, alem do ceu.
Vejo um homem que se veste de negro para não ofuscar com a sua luz, larga a capa e ilumina os cegos
Um abraço


De ejail a 26 de Junho de 2007 às 23:26
Obrigado, Infiel, pelas palavras simpáticas...


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


posts recentes

democrAZIA

Cocó

Falta ( não é futebol ).

Poema Invisível

Sombra Lunar

A Procura de Um Sentido

Bom Ano!

O Martemático

divãgações cronodesmedida...

Escutas

arquivos

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Maio 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

reflexão(36)

desabafo(21)

humor(19)

poesia(18)

nostalgia(11)

pessoas(10)

contos(3)

excertos(3)

gastronomia(2)

solidariedade(1)

todas as tags

Fazer olhinhos
Raríssimas

Este blog apoia a
Associação Nacional das
Deficiências Mentais e Raras
subscrever feeds