Segunda-feira, 18 de Junho de 2007
Sentido
É como um mealheiro de sentimentos e de estados de espírito. Onde deposito as minhas riquezas e regurgito as minhas pobrezas. Este é um canto onde se ri e onde se chora. Este é o lugar onde procuro mapear os labirintos da alma e descobrir onde me levam as emoções que se rebelam à razão. É um ponto de encontro para pensamentos dispersos. É uma fronteira onde os meus muitos fantasmas se corporizam.
 
Os puristas dizem que a amizade e o amor, quando verdadeiros, são imortais. Mas nós, que não somos deuses como eles, sabemos que não é bem assim. A amizade e o amor são como organismos vivos. Se não os alimentarmos, se não lhes saciarmos a sede, se não os estimarmos, eles acabarão por adoecer e, por fim, morrer. É como uma flor: por mais graciosa que seja, precisa de cuidados para manter a sua jovialidade. Tudo isto para dizer que já perdi amigos e amores. Algumas vezes por minha culpa, outras vezes nem por isso… mas sempre com muita mágoa. Mas que amizade ou que amor são esses, quando uma pessoa segue para a esquerda e a outra para a direita? Que amizade ou que amor são esses, quando uma pessoa se limita a seguir os passos da outra? A amizade e o amor só fazem sentido quando as pessoas caminham no sentido da convergência. Só assim florescem e se mantêm joviais.
 
É como um mealheiro de sentimentos e de estados de espírito. Onde deposito as minhas riquezas e regurgito as minhas pobrezas. Este é um canto onde se ri e onde se chora. Este é o lugar onde procuro mapear os labirintos da alma e descobrir onde me levam as emoções que se rebelam à razão. É um ponto de encontro para pensamentos dispersos. É uma fronteira onde os meus muitos fantasmas se corporizam.
 
Atentamente,
ejail.

sinto-me: Pensativo
tags:

publicado por ejail às 11:38
link do post | comentar | favorito
|

2 comentários:
De rita a 20 de Junho de 2007 às 20:19
Tanto na amizade como no amor estes só existirão se caminharmos lado lado.
Mas infelizmente nem sempre é possivel!!!
Eu acredito que á muitas pessoas que felizmente tiveram a sorte de encontrar alguem que caminham para sempre na mesma direcção que elas...
Mas infelizmente são poucas...
Eu acredito que quem faz o bem, algo muito bom tambem está guardado para estas...
Tem fé nisso.
Um beijinho e fica bem


De ejail a 21 de Junho de 2007 às 11:24
"(...)Para voar, meu amigo, você precisa de suas duas asas... Embora livre, sempre estará sozinho. Talvez da mesma maneira que Eu...
Mas os humanos com sua única asa precisarão sempre dar as mãos para alguém a fim de terem suas duas asas.
Cada um deles tem na verdade um par de asas... uma outra asa em algum lugar do mundo que completa o par(...)" - Palavras do teu blog... :-)


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


posts recentes

democrAZIA

Cocó

Falta ( não é futebol ).

Poema Invisível

Sombra Lunar

A Procura de Um Sentido

Bom Ano!

O Martemático

divãgações cronodesmedida...

Escutas

arquivos

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Maio 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

reflexão(36)

desabafo(21)

humor(19)

poesia(18)

nostalgia(11)

pessoas(10)

contos(3)

excertos(3)

gastronomia(2)

solidariedade(1)

todas as tags

Fazer olhinhos
Raríssimas

Este blog apoia a
Associação Nacional das
Deficiências Mentais e Raras
subscrever feeds