Quinta-feira, 14 de Junho de 2007
“Achismos”
Ando a escrever demais. A ter opinião para tudo quando, na verdade, nada sei. Às vezes fico com a sensação de que tudo é vaidade. Tudo é uma questão de egos e de medos. Mas, no meu caso, é mais medo do que ego porque não há nada em mim de que me orgulhe. Se bem que, em certa medida, também o ego se esconde atrás de um medo: o medo de desaparecer, de ver a individualidade canibalizada pelo colectivo social. Há, no ser humano, uma vontade de integração e uma rebeldia que convivem lado a lado. Queremos pertencer a um grupo e, ao mesmo tempo, sermos únicos em relação aos elementos que o constituem. Já dizia José Régio: “(...)Não sei por onde vou, Não sei para onde vou - Sei que não vou por aí!”. Mas o meu medo não é o de desaparecer. É, talvez, o de ver as pessoas de quem gosto desaparecerem. De ver pessoas, de quem gosto, deixarem de gostar de mim. É o medo de ver chegar a solidão. Contudo confesso que, na equação, a incógnita que vai ganhando mais peso é a pergunta: será que ainda vale a pena sentir este medo?
 
Hoje deixei-me passear por um ou outro blog e li o que já sabia, o que todos sabem: há pessoas que alimentam o ego à custa do sofrimento que infligem a outras. Eu já senti na pele e não admito que tentem sequer fazer-me o mesmo. Esta é uma das razões que faz com que não consiga confiar em ninguém… Mórbido não é alimentar o nosso ego com pedaços de carne do coração de um outro ser humano. Mórbido é sentir prazer no acto. Mas este post é para ser ignorado, pois é como digo: ando a escrever demais e nada sei…
(imagem retirada da internet)
Atentamente,
ejail.

sinto-me: Deprimido

publicado por ejail às 11:39
link do post | comentar | favorito
|

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


posts recentes

democrAZIA

Cocó

Falta ( não é futebol ).

Poema Invisível

Sombra Lunar

A Procura de Um Sentido

Bom Ano!

O Martemático

divãgações cronodesmedida...

Escutas

arquivos

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Maio 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

reflexão(36)

desabafo(21)

humor(19)

poesia(18)

nostalgia(11)

pessoas(10)

contos(3)

excertos(3)

gastronomia(2)

solidariedade(1)

todas as tags

Fazer olhinhos
Raríssimas

Este blog apoia a
Associação Nacional das
Deficiências Mentais e Raras
subscrever feeds