Terça-feira, 12 de Junho de 2007
Curtas-metragens da Quinta Dimensão - Recluso
Há uma eternidade que os dias aqui na prisão me parecem todos iguais. Os guardas continuam os mesmos, com cara de poucos amigos. Parecem seres de outro mundo, desprovidos de sentimentos, desprovidos seja do que for. Dizem que ao sexto dia Deus criou o homem e do homem criou a mulher, mas algures entre o 665º e 667º dias o diabo criou os guardas. Não consigo imaginar os guardas como membros da sociedade, como pessoas com família. Parecem-me, simplesmente, personagens sem alma. Ontem só nos deram trinta minutos de pátio!
(imagem retirada da internet)
Os colegas são de confiança… Confiava tanto neles, como confiaria o meu último naco de carne a um cão faminto. Já não há responsabilidade solidária. Hoje é cada um por si e pronto.
 
Quanto à comida, se é que assim se pode chamar, é sempre a mesma. É certo que num dia é peixe, no outro é carne, é frito, ou cozido, mas na prisão parece existir uma fórmula secreta que transforma qualquer sabor num sabor característico e exclusivo: um aroma denso e pastoso a cárcere.
 
Dizem que esta prisão parece um inferno, mas aqui há esperança. Não muita, é certo, e maldita… Um dia, talvez um dia, eu consiga fugir daqui para fora e deixar todo este passado preso ao limbo do esquecimento.
 
Atentamente,
ejail.

sinto-me: Idiota

publicado por ejail às 15:27
link do post | comentar | favorito
|

4 comentários:
De Xena a 14 de Junho de 2007 às 10:54
Talvez agora entenda um pouco o estado de espírito que revelaste no comentário do meu Post. Nem me quero imaginar um dia privada da minha liberdade com Guardas Gordas a olharem para mim o dia todo. Não sei bem o k dizer, pk é algo que desconheço por completo.
Conseguiste fazer-me sentir ignorante, mas tb te digo que pretendo aprender mais sobre isso, é o k me acontece sempre que me deparo com algo que desconheço e sobre o qual nunca havia pensado.


De ejail a 15 de Junho de 2007 às 10:16
Obrigado Xena, pelo teu comentário. Mas dá-me o privilégio de ser eu o ignorante. Eu insisto. Sou eu que tenho tudo a aprender...

Um abraço,
ejail.


De Xena a 15 de Junho de 2007 às 14:25
Como queiras meu amigo, se isso de alguma forma te faz feliz...


De ejail a 15 de Junho de 2007 às 15:32
faz.


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


posts recentes

democrAZIA

Cocó

Falta ( não é futebol ).

Poema Invisível

Sombra Lunar

A Procura de Um Sentido

Bom Ano!

O Martemático

divãgações cronodesmedida...

Escutas

arquivos

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Maio 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

reflexão(36)

desabafo(21)

humor(19)

poesia(18)

nostalgia(11)

pessoas(10)

contos(3)

excertos(3)

gastronomia(2)

solidariedade(1)

todas as tags

Fazer olhinhos
Raríssimas

Este blog apoia a
Associação Nacional das
Deficiências Mentais e Raras
subscrever feeds