Sexta-feira, 31 de Agosto de 2012
democrAZIA

Apetece-me cometer uma ilegalidade, mas não sei qual.

 

Poderia escolher tantas, mas sempre fui um pouco indeciso. Talvez um crime imensamente perverso e intelectual, mas hoje estou elanguescente. Fazer um Voodoo: espetar umas agulhas num Action Man e depilar uma galinha preta, mas isso é mais liberdade religiosa do que crime. Assaltar um banco ou, um pouco menos ambicioso, uma senhora idosa. Sim, a senhora idosa! A, sempre simpática, fácil e “Abutre-Ready”, senhora idosa! Mas acho que não... Ia ter pena do humanoide e o apuro não seria substancial. Um crime gramatical? Sou demasiado macho para considerar, o golpe em questão, como um crime! Talvez burlar? Sim, burlar! Uma palavra tão pequena, suave e acolhedora. Vamos na onda do “bur” e quando dámos por nós já estamos a chegar ao doce “lar”. É isso! Burlar! Cá vai a burla:

 

Portugueses: apertem os cintos porque há esperança!

 


sinto-me: pt-PT
música: pimba!

publicado por ejail às 01:57
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De c-alma a 19 de Novembro de 2012 às 16:01
Se quiseres uma sócia do crime...vamos embora...


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


posts recentes

democrAZIA

Cocó

Falta ( não é futebol ).

Poema Invisível

Sombra Lunar

A Procura de Um Sentido

Bom Ano!

O Martemático

divãgações cronodesmedida...

Escutas

arquivos

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Maio 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

reflexão(36)

desabafo(21)

humor(19)

poesia(18)

nostalgia(11)

pessoas(10)

contos(3)

excertos(3)

gastronomia(2)

solidariedade(1)

todas as tags

Fazer olhinhos
Raríssimas

Este blog apoia a
Associação Nacional das
Deficiências Mentais e Raras
subscrever feeds