Domingo, 6 de Maio de 2007
Miguel Street
Li, uma vez, num livro de V. S. Naipaul, intitulado de “Miguel Street”, uma frase que nunca mais esqueci. O livro é bom sem dúvida e vale muito mais do que por uma frase mas, foi esta “oração”, que mais me marcou. Dizia algures (não textualmente): Riste-te o dia todo, à noite vais chorar.
(imagem retirada da internet)
Conheci, recentemente, alguém especial. Tem um sentido de humor característico de uma pessoa inteligente e uma profundidade emocional que faz com que sinta vontade de a conhecer melhor. Passou por muito e chegou até aqui inteira, precisamente por ter tantas qualidades. É uma pessoa forte, sensível e consciente de si mesma. Oscila por momentos de revolta, de ironia e até de alguma normalidade, mas volta sempre, mais cedo ou mais tarde, aos momentos de melancolia que tanto a fazem sofrer. A noite acaba sempre por chegar…
 
Porque é, para mim, alguém tão especial, gostava de saber como a ajudar. Dizem, algumas correntes de pensamento, que para combater os sentimentos depressivos, devemos utilizar os opostos. Assim, para vencermos a tristeza devemos utilizar a alegria e para vencermos as lágrimas devemos utilizar um sorriso. Suponho que, tanto ela como eu, já nos apercebemos disso. Mas há tristezas, e agora falo por mim, que não desaparecem quando as regamos com alegria e há lágrimas que não secam quando as cobrimos com um sorriso. Apelando ao realismo, acho que há tristezas e lágrimas que apenas podem ser escondidas e não vencidas.
 
Eu não sou uma pessoa alegre, portanto este blog e eu não estamos a ser totalmente verdadeiros. Acho, sinceramente e modéstia à parte, que este blog e eu temos sido uma porcaria. Temo que todo o sentido de humor, que dediquei a esta pessoa, tenha feito com que eu não pareça uma pessoa genuína e tenha perdido credibilidade. Mas… só queria ajudar… Hoje já deu para ver que me sinto triste: já ri demais e talvez, ao dia 6 de Maio, tenha chegado novamente a noite. Mas voltando às raízes… Claro que, para ser honesto, tenho que responder à pergunta: porque a quero ajudar? E não sei a totalidade da resposta, mas sei como começa…
 
Eu gosto de ti, Gabi…
 
Teu José.

sinto-me: Confuso
tags:

publicado por ejail às 11:54
link do post | comentar | favorito
|

1 comentário:
De Gabi a 6 de Maio de 2007 às 14:34
Tenho os olhos com água salgada e nem cheguei perto do mar!... Emocionei-me! Tou fartinha de saber que és meu amigo e... que me queres bem... as palavras que li, já as tinha lido anteriormente, já as tinha escutado... mas fiquei surpresa...
O sentimento é recíproco, já sabes... se não souberes eu desculpo... a culpa é dos ares do norte, temos que dar desconto :P
Mereces tudo de bom neste mundo... considero-me privilegiada por te ter como amigo do peito, e nem fiz nada para merecer tamanha doçura da tua parte, mas prontssss... alguma coisinha boa devo ter :)
Este comentário vai longoooooo, isto paga-se à letra?!
lol, Abraço muito muito apertado com muito carinho pa tu :) ***


Comentar post

mais sobre mim
pesquisar
 
Agosto 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

27
28
29
30


posts recentes

democrAZIA

Cocó

Falta ( não é futebol ).

Poema Invisível

Sombra Lunar

A Procura de Um Sentido

Bom Ano!

O Martemático

divãgações cronodesmedida...

Escutas

arquivos

Agosto 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Maio 2011

Janeiro 2011

Agosto 2010

Novembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Abril 2009

Março 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Outubro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

tags

reflexão(36)

desabafo(21)

humor(19)

poesia(18)

nostalgia(11)

pessoas(10)

contos(3)

excertos(3)

gastronomia(2)

solidariedade(1)

todas as tags

Fazer olhinhos
Raríssimas

Este blog apoia a
Associação Nacional das
Deficiências Mentais e Raras
subscrever feeds